A arte trash de Rugman

No meu momento “fuçando na internet para achar coisas interessantes” de hoje, eu encontrei um designer que assina como Rugman, e que chamou muito a minha atenção! Não só pelo fato de ele ser bom, ou de usar o Mickey em suas criações, e sim porque eu olhei os trabalhos dele e fiquei curiosa. Passei algum tempo analisando as artes para poder identificar o que aquilo me passava, e ao ler o “ABOUT” do site, eu consegui encontrar as palavras certas para expressar o regresso que sua arte refletia em mim: Skate, Punk, Anos 80 e Desenho. “Claro!”, eu pensei, “É isso!”

Não que eu tenha sido punk e skatista maloqueira, mas eu nasci nos anos 80 (velha), e cresci com alguns dos personagens que ele utiliza, vi meus primos de 17 anos sendo influenciados por artes muito parecidas, por stencil, e principalmente pelo skate!
O cara trabalha com uma mesclagem de Old School e histórias em quadrinhos americanas que vem da sua própria adolescência, e foi a partir dessas influências que ele decidiu fazer uma faculdade bacana e se aperfeiçoar em algo que ele curtisse.  E não é que deu certo?

Sua arte varia entre uma mistura de Disney com caveiras, com alguns desenhos feitos e pintados à mão, street art, e ilustrações feitas no computador, que segundo o artista, está cada vez mais presente no trabalho dele.

Eu selecionei os desenhos que eu mais curti para colocar aqui no blog, mas vale a pena vocês entrarem no site do cara para conhecer um pouco mais: http://www.rugmanart.co.uk/illustration/illustration.html =)

Olha só:



4 comentários sobre “A arte trash de Rugman

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s