“Our bodies come and go, but this blood is forever.”

Começando com a frase do Otis, ontem eu assisti o filme “A Casa dos Mil Corpos” pela terceira ou quarta vez na minha vida. Escrito e dirigido pelo Rob Zombie (pelo qual eu não nego a minha admiração), esse é mais um dos clássicos do cinema de terror trash. Não tão trash quanto o “Planeta Terror” (dirigido por Robert Rodriguez), esse filme traz o gosto do insano para quem o assiste, a história é de uma família que vive de crimes e ainda acha graça nisso, induzindo adolescentes a irem para sua casa onde eles são muito bem acolhidos para depois serem torturados (psicologicamente e fisicamente) e então finalmente mortos. Recheado de palavrões, mulheres peladas, e ainda uma mistura com o ocultismo, eu achei um clássico.

O filme, que foi a estréia do Rob Zombie como diretor e roteirista, foi lançado em 2005 aqui no Brasil, mas tem um ar bem pesado e forçado de filme antigo, no pique dos filmes do Jason e do Freddy, onde tudo o que acontecia era praticamente impossível de acontecer na vida real.

Terminando o post, eu recomendo o filme. Para quem gosta de filmes de terror clássico/trash, esse é o canal! Vocês ficam aí com a cena do filme onde o Otis (que eu citei no começo do post) lê o trecho de um livro para a sua vítima.

E se alguém já viu “A Casa dos Mil Corpos”, assiste o filme da sequência que é o “Rejeitados pelo Diabo”, vale a pena. ;}

Otis - "A Casa dos Mil Corpos"

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s